Desculpe. Sua pesquisa não encontrou nenhum número de peça Crucial ativo ou ID de configuração.

Seu Mac® está lento? Como acelerar um Mac

Seu Mac está lento? Embora adoremos os computadores da Apple®, até mesmo os sistemas Mac são suscetíveis à lentidão ao longo do tempo. Como os requisitos para aplicativos e programas aumentam a cada dia, eles acabam consumindo uma maior quantidade de recursos do sistema (especialmente a memória), e aos poucos, você perde o desempenho rápido e responsivo pelo qual os sistemas Mac são tão conhecidos. Talvez possamos responder à pergunta “por que meu Mac está tão lento?”.

Um homem empurra um rochedo montanha acima para representar a sensação de um sistema Mac lento

10 dicas para acelerar um Mac

Se seu Mac está lento, a culpa provavelmente é dos softwares e programas que você instalou e dos problemas "invisíveis" que eles geram. Identificar arquivos ou programas corrompidos é importante, mas a lentidão geralmente tem uma origem menos assustadora. Existem formas mais simples de resolver esse problema do que gastar dinheiro com um novo computador. Experimente estas 10 dicas para acelerar seu Mac.

A atualização do hardware trata a causa raiz de uma lentidão, o que é muito diferente das soluções de software oferecidas por downloads de terceiros que prometem corrigir o sistema sem dificuldades. É ilusão pensar que um simples download corrigirá tudo em seu computador, não acredite em um programa de software cujos benefícios não duram e apenas deixarão você mais frustrado. Existe uma maneira melhor, mais confiável e duradoura de revitalizar seu sistema Mac: adicionar mais RAM e uma SSD. É fácil deixar seu sistema Mac ligado sem desligá-lo. Ele está sempre pronto e esse é um dos grandes atrativos ao usar qualquer produto da Apple. A reinicialização do computador depois de salvar as informações permite que a RAM tenha um novo início. Ao ser reiniciado, o sistema remove os aplicativos lentos que não são usados ou processos desnecessários que são executados em segundo plano.

Etapa 1: Reiniciar o computador esporadicamente

É fácil deixar o sistema Mac ligado sem desligá-lo. Ele está sempre pronto e esse é um dos grandes atrativos ao usar qualquer produto da Apple. A reinicialização do computador depois de salvar informações faz a memória (RAM) reiniciar também e remover aplicativos lentos que não são usados ou processos que são executados em segundo plano.

Etapa 2: Limitar o número de aplicativos abertos

A abertura de inúmeros aplicativos de uma só vez ocupa recursos valiosos e finitos da RAM. Quando você realiza multitarefas, a RAM disponível é dividida entre todos os programas abertos e as operações deles. Um dos benefícios da atualização de memória é aumentar o número de aplicativos que você pode abrir para desempenhar multitarefas sem que haja travamentos ou quedas de desempenho.

Etapa 3: Limitar o número de abas abertas do navegador

Você pode se surpreender ao ver a quantidade de memória que é consumida pelos aplicativos usados diariamente. A navegação na Web, especialmente com muitas guias abertas, pode deixar seu sistema muito lento quando não há memória suficiente. Cada nova guia é praticamente um novo navegador aberto, e quando há mais de 10 guias abertas, os recursos da memória e do sistema se esgotam. Você pode se surpreender ao ver a quantidade de memória que é consumida pelos aplicativos usados diariamente. A navegação na Web, especialmente com muitas guias abertas, pode deixar seu sistema muito lento quando não há memória suficiente. Cada nova guia é praticamente um novo navegador aberto, e quando há mais de 10 guias abertas, os recursos da memória e do sistema se esgotam.

Veja aqui como localizar os aplicativos que estão usando a memória agora:

  • No aplicativo Finder, clique em Aplicativos>Utilitários>Monitor de Atividades>, depois clique na guia Memória
  • Você verá os processos listados na ordem da quantidade de memória em uso
  • Dependendo da maneira de usar o computador, é provável que o aplicativo do seu navegador da Web preferido esteja usando muita memória e deixando o sistema lento

Se tiver guias ou navegadores abertos que não estão sendo usados, feche-os para liberar RAM e acelerar o sistema.

Captura de tela da janela do Monitor de Atividades em um Mac, que ajuda os usuários a identificar quais aplicativos estão usando a memória do Mac

Etapa 4: Remover os aplicativos não usados

Se você ainda usa um disco rígido (HDD) em vez de uma unidade de estado sólido (SSD) e ela está quase cheia, é melhor liberar espaço, removendo os aplicativos que você não usa mais. Como os discos rígidos armazenam e acessam dados em pratos giratórios, você fica esperando enquanto ele pesquisa algo que você está tentando carregar. As SSDs não usam pequenas peças mecânicas como um disco rígido. Com isso, são capazes de abrir programas e acessar arquivos com muito mais rapidez.

Etapa 5: Reduzir o número de aplicativos no “Dock”

Os aplicativos do “Dock” precisam de dados que consomem recursos do seu sistema para que seu acesso seja mais rápido do que quando aberto pela janela “Finder”. Se o sistema está quase no limite, essa é uma maneira rápida de dar um pouco mais de espaço para o computador. Se você abrir as Preferências do Sistema>Dock, é possível desmarcar os aplicativos Animar aplicativos de abertura e Ocultar e exibir o Dock automaticamente para limitar a quantidade de RAM que o Dock usa.

Captura de tela da janela pop-up do Dock em um Mac, que ajuda a gerenciar seus aplicativos

Etapa 6: Livrar-se da proteção de tela

Todos gostam de mostrar suas fotos usando-as como papel de parede ou proteção de tela de área de trabalho, ajustando as configurações de forma que a imagem mude a cada 5 ou 15 minutos. Porém, para que isso aconteça, o sistema precisa alocar recursos para acessar as fotos, alterando a tela de fundo da área de trabalho e carregando a proteção de tela. Essas atividades podem reduzir a velocidade do sistema. Abra as Preferências do Sistema>Área de trabalho & Proteção de Tela, clique na guia Área de trabalho e desmarque a opção Alterar imagem. Em seguida, clique na guia Proteção de Tela, clique no menu suspenso ao lado de Iniciar depois e selecione Nunca.

Captura de tela da Área de trabalho e da janela pop-up de Proteção de Tela em um Mac

Etapa 7: Atualizar a memória

Talvez o problema não seja apenas pouco armazenamento para os aplicativos e programas que você usa. Veja como verificar a quantidade de memória no seu Mac, caso o sistema operacional seja o macOS® Sierra:

  • Clique no logotipo da Apple no menu na parte superior da tela.
  • Clique em Sobre este Mac

Essa etapa varia conforme a versão do sistema operacional e o modelo de Mac usado. Por exemplo, no OS X El Capitan, a memória instalada (quantidade de GB, velocidade e nível de tecnologia de memória compatível, ou seja, DDR4, DDR3, etc.) será exibida como parte do painel “Visão geral”.

Se o seu sistema Mac é um modelo 2011 ou mais recente, verifique a quantidade de memória a ser configurada, de acordo com as especificações da Apple: iMac®, Mac Pro®, MacBook Pro®, MacBook® e Mac mini®. A atualização de memória é ideal para aumentar a responsividade, acelerar aplicativos e executar multitarefas simultaneamente com facilidade. Como quase toda operação do computador precisa de memória, é essencial ter o máximo possível, por isso, a atualização de memória é uma das melhores maneiras de melhorar o desempenho do Mac. Trata-se de um fator chave, pois a maioria dos sistemas Mac não vêm com o máximo de memória. Isso pode ser resolvido ao preencher os slots de memória no sistema com módulos de memória de acesso aleatório dinâmica da mais alta densidade (em GB) que eles podem manter.

Experimente o Crucial System Advisor™ ou o System Scanner para encontrar atualizações de memória compatíveis.

Três cartões de memória do computador (RAM)

Etapa 8: Substituir seu disco rígido (HDD) por uma SSD

A atualização para uma SSD permite fazer tarefas diárias, em média, seis vezes mais rápido do que um disco rígido.1 Isso torna a inicialização, o carregamento de programas, o salvamento de dados e a transferência de arquivos muito mais rápidos. A maioria dos sistemas Mac mais antigos conta com a tecnologia de armazenamento de discos rígidos, agora desatualizada, mas as SSDs acessam os dados quase imediatamente, aproveitando a memória flash de ponta que substitui as pequenas peças mecânicas propensas à falha e desempenho lento. As SSDs são muito mais rápidas do que os HDDs, e são naturalmente mais duráveis, seguras e eficientes em termos de energia.


Se o problema com o computador refere-se aos aplicativos que estão ficando sem recursos para operar com velocidade ideal, a recomendação é obter mais recursos. O software se alimenta do hardware, portanto concentre-se nele para fazer mudanças. O problema provavelmente não é o seu Mac, e sim os componentes do sistema e isso é fácil de corrigir.

Experimente o Crucial System Advisor™ ou o System Scanner para encontrar atualizações de SSDs compatíveis.

Unidade de estado sólido (SSD) da Crucial

Etapa 9: Manter-se atualizado

A atualização ativa dos aplicativos em um sistema ou do sistema operacional (Mac OS X) em si não só oferece os recursos mais recentes mas também costuma incluir aprimoramentos de desempenho que, muitas vezes, usam mais recursos do sistema. Com o máximo de RAM instalada e uma SSD, você estará bem equipado para executar a última versão de cada programa atualizado.

Etapa 10: Usar o Utilitário de disco se necessário

O Utilitário de disco inclui um recurso de primeiros socorros que pode reparar alguns problemas e até mesmo informá-lo de uma possível falha do disco. Aqui está como acessar os primeiros socorros no Mac OS X Sierra:

  • No Finder, abra a pasta Aplicativos
  • Abra Utilitários
  • Abra Utilitário de disco
  • Clique no botão Primeiros socorros

Siga essas dicas e o sistema Mac ficará incrivelmente rápido.

Captura de tela da janela pop-up do Utilitário de disco em um Mac

Conclusão

Esperamos que essas etapas ajudem a acelerar seu Mac. Se você ainda não sabe exatamente o que está causando a lentidão do seu sistema, leia nosso guia e veja como verificar o desempenho do seu Mac.

1. Tempos de desempenho baseados em testes de laboratório internos realizados em agosto de 2015. Cada tarefa foi executada e cronometrada após o sistema ter sido submetido uma nova inicialização, de modo que outros fatores e aplicativos não afetassem os tempos de inicialização e carga informados. O desempenho real pode variar de acordo com uma configuração específica do sistema. Configuração de teste: SSD Crucial MX200 1 TB e disco rígido interno HGST Travelstar® Z5K1000 1 TB, ambos testados em um laptop HP® Elitebook® 8760W, processador Intel® Core™ i7-2620M 2,70 GHz, memória Crucial DDR3 1333 MT/s 4 GB, BIOS (sistema de entrada/saída básico) Rev. F50 (5 de agosto de 2014) e sistema operacional Microsoft® Windows® 8.1 Pro 64 bits.

©2017 Micron Technology, Inc. Todos os direitos reservados. As informações, os produtos e/ou as especificações estão sujeitos a alterações sem aviso prévio. A Crucial e a Micron Technology, Inc. não se responsabilizam por omissões ou erros tipográficos ou fotográficos. Micron, o logotipo da Micron, Crucial e o logotipo da Crucial são marcas registradas da Micron Technology, Inc. Apple, Mac, Mac Pro, Mac Mini, MacBook, MacBook Pro, OS X e iMac são marcas comerciais ou marcas registradas da Apple Inc. registradas nos Estados Unidos e outros países. Todas as outras marcas comerciais e marcas de serviço pertencem aos seus respectivos proprietários.