Desculpe. Sua pesquisa não encontrou nenhum número de peça Crucial ativo ou ID de configuração.

Uma nova criptomoeda, a Chia, tem gerado muitas discussões sobre as necessidades de armazenamento associadas ao blockchain (cadeia de bloco) da Chia Network. Embora o cultivo da Chia dependa muito de unidades de disco rígido (HDDs), as unidades de estado sólido (SSDs) de alta performance também desempenham um papel vital. Porém, como o protocolo de gravação intensiva da Chia pode ser problemático para a maioria das SSDs comerciais, é importante que os possíveis agricultores entendam os fatos antes de decidir começar a semear os terrenos. Primeiro, uma breve explicação sobre como a Chia difere de outras criptomoedas nos ajudará a entender esses desafios únicos.  

Rede Chia

A Chia Network foi fundada por Bram Cohen, que também criou a rede BitTorrent. Embora criptomoedas como Bitcoin operem sob um algoritmo de prova de trabalho, a Chia opera em um modelo de provas de espaço e tempo para utilizar espaço em disco não usado. A Chia Network descreve-se como construtora de uma plataforma de transação inteligente e blockchain descentralizada com maior eficiência e segurança. O Green Paper da Chia diz que o algoritmo de prova de trabalho mais antigo “desperdiça grandes quantidades de energia e é menos seguro em comparação à centralização da mineração”. 

Provas de espaço e tempo

Você pode pensar em provas de espaço como uma maneira de provar que está deixando de lado o espaço não utilizado no HDD para a agricultura da Chia. Provas de tempo referem-se ao período necessário para passar entre blocos. Uma função de atraso verificável (verifiable delay function, VDF) implementa a prova de tempo durante a agricultura da Chia. Leva um certo tempo para computar, mas a verificação é rápida. Uma característica essencial da VDF é que ela requer computação sequencial, o que significa que a execução de várias máquinas paralelas não tem nenhum benefício. Esse potencial desperdício de eletricidade é considerado minimizado, e é assim que a Chia se posiciona como alternativa verde para outras criptomoedas. 

O uso de analogias agrícolas pela Chia Network é intencional. Excluir as unidades de disco é como limpar um campo. Instalar o software Chia em um HDD é conhecido como semear o blockchain de Chia. Os usuários são chamados de agricultores, que armazenam números criptográficos em terrenos e depois esperam que suas culturas cresçam. Quando um blockchain transmite um desafio para o próximo bloco, os agricultores podem digitalizar seus terrenos para ver se o hash corresponde ao desafio (ou se aproxima ao máximo dele). Se corresponder, é o tempo de colher.  

Se o processo soa como jogar na loteria, sim, é semelhante. A probabilidade de um agricultor ganhar um bloco é baseada na porcentagem de espaço total de terreno que ele está preparando em comparação com toda a rede, que cresce todos os dias. À medida que mais agricultores se envolvem com a Chia, a probabilidade de ganhar um bloco diminui. 

Unidades de estado sólido

A necessidade de espaço de armazenamento é crucial para a agricultura da Chia. Gerar arquivos de terreno (plotagem) requer espaço de armazenamento temporário, computação e memória para construir, classificar e compactar dados em um arquivo final. Os agricultores geralmente usam SSDs para acelerar o processo antes de, eventualmente, mover os dados compactados para HDDs enquanto eles crescem. Como a preparação do terreno é um processo de gravação intensa, os agricultores perceberam rapidamente que a durabilidade da SSD é algo sério. Como as SSDs de consumo são otimizadas para cargas de trabalho mais leves, elas não são adequadas ao terreno para o cultivo de Chia. Em vez disso, a equipe de Chia defende o uso de SSDs de data center, que têm taxas de durabilidade mais altas.  

Embora as SSDs de data center sejam mais adequadas para a agricultura de Chia, elas podem ser difíceis de comprar, já que não são vendidas diretamente aos consumidores. Isso pode levar alguns agricultores a seguir em frente e usar SSDs de consumo. Uma simples análise de custo-benefício deve desencorajar essa tentação. 

“... Não prepare o terreno com SSDs de consumo! Ou pelo menos, faça apenas um pouco de preparação de terreno com cada SSD de consumo. Também não limpe as panelas antiaderentes com esponja de aço, não limpe os vegetais com sabão e não use o seu telefone como peso de porta. Estes não são argumentos contra esponja de aço, sabão ou telefones, mas sim diretrizes básicas sobre o uso correto das ferramentas.” — Bram Cohen, fundador da Chia Network

Garantias

Todas as SSDs Crucial têm garantias de 3 (três) ou 5 (cinco) anos com base no modelo e um total máximo de bytes gravados (TBW) conforme a capacidade, o que ocorrer primeiro. Veja os detalhes completos da garantia.

Para mais informações sobre a agricultura da Chia, visite o site da Rede Chia.