Desculpe. Sua pesquisa não encontrou nenhum número de peça Crucial ativo ou ID de configuração.

SDRAM vs DDR: quais são as diferenças?

Memória ou memória de acesso aleatório (RAM), vem em diferentes tipos. As diferenças são devidas à função e tecnologia da memória e de outro hardware do computador. Se você já se perguntou o que são DDR RAM e SDRAMM, e as diferenças entre elas, continue lendo para aprender mais sobre a memória de acesso aleatório dinâmica síncrona (SDRAM) e os diferentes tipos de DDR.

Gerações de memória

Dois módulos de memória RAM da Crucial instalados em uma placa-mãe

Os padrões de memória são controlados pelo JEDEC, Conselho Conjunto para Engenharia de Dispositivos de Elétrons, como organização comercial independente de engenharia de semicondutores e órgão de padronização. Conforme cada nova geração de memória é desenvolvida, esse órgão controla os padrões da geração.

Cada geração de memória é marcada pelos aumentos de velocidade e de frequência e reduções do consumo de energia. Como o hardware do computador é todo conectado e interdependente, isso causa aumentos de velocidade em outros componentes também. Para mais informações sobre o hardware do computador, leia aqui.

SDRAM

A memória de acesso aleatório dinâmica síncrona (SDRAM) foi desenvolvida em resposta ao aumento de velocidade em outros componentes de computador. Conforme outros componentes do computador aumentaram a velocidade, também foi necessário aumentar a velocidade da memória. A taxa dupla de transferência (DDR) foi desenvolvida e a tecnologia anterior tornou-se conhecida como taxa única de transferência ou SDR. A DDR era mais rápida e usava menos energia do que a SDR. A memória DDR transfere dados para o processador nas bordas de subida e descida do sinal de clock.

A memória de acesso aleatório dinâmica síncrona foi desenvolvida em 1988 em resposta à velocidade crescente em outros componentes de computador. Anteriormente, a memória precisava ser assíncrona, ou seja, operar de forma independente do processador. A memória síncrona sincroniza as respostas dos módulos da memória com o barramento do sistema e a temporização da unidade de processamento central (CPU).

Ao sincronizar com a CPU, o módulo da memória conhece o ciclo de clock exato e a CPU não precisa esperar entre os acessos de memória. A memória de acesso aleatório dinâmica síncrona pode apenas ler/gravar um tempo por ciclo de clock.

DDR

A taxa dupla de transferência (DDR) foi a geração posterior à memória de acesso aleatório dinâmica síncrona e foi introduzida em 2000. Ela atingiu uma largura de banda e velocidade maiores que a memória de taxa única de transferência anterior. A DDR transfere dados ao processador nas bordas de subida e descida do sinal de clock, portanto, duas vezes por ciclo. Um sinal de clock é constituído de uma batida para baixo e uma batida para cima. O uso de ambas as batidas para transferir os dados torna a memória de taxa dupla de transferência muito mais rápida do que a memória de taxa única de transferência, que usava apenas uma borda do sinal de clock para transferir dados.

A DDR transfere dois bits de dados por ciclo de clock a partir da memória para o buffer de entrada/saída interno. Isso é chamado de pré-busca de 2 bits. As taxas de transferência DDR geralmente estão entre 266 MT/s e 400 MT/s.

A taxa dupla de transferência é diferente da memória de canal duplo. Saiba mais sobre a memória de canal duplo aqui.

DDR2

A DDR2 foi lançada em 2003 e opera dados externos duas vezes mais rápido do que a DDR devido a um sinal de barramento aprimorado. A DDR2 opera na mesma velocidade do clock interno em relação à DDR, porém, as taxas de transferência são mais rápidas para o sinal de barramento de entrada/saída aprimorado. A DDR2 tem uma pré-busca de 4 bits, duas vezes superior à pré-busca da DDR. A DDR2 pode atingir de 533 MT/s a 800 MT/s.

DDR3

Em 2007, a DDR3 trouxe uma redução no consumo de energia de aproximadamente 40% em comparação à DDR2 e o dobro de dados de pré-busca para 8 bits. Essa redução de consumo permite correntes e tensões operacionais inferiores. As operações de DDR têm cerca de 2,5 V e as médias de DDR2 1,8 V aproximadamente, já na DDR3, a tensão é reduzida para 1,5V V. A DDR3 tem taxas de transferência entre 800 MT/s e 1.600 MT/s.

DDR4

A DDR4 é a última geração (2014) de memória de acesso aleatório de taxa dupla de transferência. Ela tem a tensão operacional mais baixa de 1,2 V e taxas de transferência superiores às gerações anteriores. A DDR4 lançou grupos de bancos para evitar a ocorrência de uma pré-busca de 16, o que não é desejável. Com os grupos de bancos, cada grupo pode executar 8 bits de dados, independentemente do outro. Isso significa que a DDR4 pode processar várias solicitações de dados dentro de um ciclo.

As taxas de transferência da DDR4 estão aumentando continuamente, os módulos DDR4 podem atingir velocidades de 5.100 MT/s e até mesmo superiores ao executar overclock. Os módulos Crucial Ballistix MAX quebraram vários recordes mundiais na execução de overclock em 2020.

DDR5

A memória DDR5 (2021) marca um salto revolucionário na arquitetura para maior eficiência de canais, gerenciamento de energia aprimorado e desempenho otimizado, permitindo sistemas de computação multi-core de última geração. As velocidades de inicialização da DDR5 fornecem quase o dobro de largura de banda em comparação à DDR4. Ela também permite o dimensionamento do desempenho de memória sem reduzir a eficiência de canais em velocidades mais altas, não somente durante o teste, mas também em situações reais. A memória Crucial DDR5 operará em 4.800 MT/s na inicialização, o que representa 1,5x a velocidade DDR4 padrão máxima.

SDRAM

DDR

DDR2

DDR3

DDR4

DDR5

Pré-busca

1 - Bit

2 - Bit

4 - Bit

8 - Bit

Bit por banco

16 - Bit

Taxa de data (M

100 - 166

266 - 400

533 - 800

1066 - 1600

2133 - 5100

3200 a 6400

Taxa de transferência GB/s

0,8 - 1,3

2,1 - 3,2

4,2 - 6,4

8,5 - 14,9

17 - 25,6

38,4 - 51,2

Tensão (V)

3,3

2,5 - 2,6

1,8

1,35 - 1,5

1,2

1,1

A memória NÃO é retrocompatível

Um dos motivos da padronização generalizada do mercado de memória é o fato de os fabricantes de computadores precisarem saber os parâmetros elétricos e o formato físico da memória que pode ser instalada nos computadores. Como os parâmetros elétricos são diferentes em cada geração de memórias, o formato físico da memória muda para evitar a instalação da memória incorreta em um computador. Portanto, não é uma questão de escolher entre SDRAM ou DDR, já que os computadores podem usar uma geração de memória. As gerações de SDRAM e DDR não são diretamente intercambiáveis. Seu sistema funcionará apenas com a RAM apropriada.

Para determinar o tipo correto de memória para o seu computador, use a ferramenta Advisor™ ou a ferramenta System Scanner Crucial®. Elas ajudarão você a determinar quais módulos de memória são compatíveis com o seu computador juntamente com opções para seu orçamento e requisitos de velocidade.

 

©2020 Micron Technology, Inc. Todos os direitos reservados. As informações, os produtos e/ou as especificações estão sujeitos a alterações sem aviso prévio. A Crucial e a Micron Technology, Inc. não se responsabilizam por omissões ou erros tipográficos ou fotográficos. Micron, o logotipo da Micron, Crucial e o logotipo da Crucial são marcas comerciais ou marcas registradas da Micron Technology, Inc. Todas as demais marcas comerciais e marcas de serviço pertencem aos seus respectivos proprietários.

Artigos relacionados

Explicação dos diferentes tipos de RAM

18-Novembro-2019

Navegue pelos diferentes tipos e velocidades de RAM com o guia da Crucial.

O que é hardware?

18-Novembro-2019

Pensar nisso faz seu computador trabalhar melhor? Conheça os componentes importantes.

Crucial System Scanner

10-Março-2021

Atualize o armazenamento de seu sistema com nossa variedade de unidades de estado sólido. Encontre preços, especificações e avaliações de consumidores para ajudar a escolher o melhor dispositivo para você.