POR QUE OS DISCOS RÍGIDOS FALHAM E OS SSDS NÃO?

Minúsculas peças mecânicas móveis podem colocar em risco seus arquivos mais importantes

Onde quer que você esteja agora, é seguro dizer que algo próximo está em construção. Não importa o que está sendo construído — desde arranha-céus e subdivisões, até cabanas de cobertores a blocos de construção —, as construções realmente seguras são aquelas feitas de acordo com os padrões do setor. Ignorar esses códigos não seria apenas ruim, mas para usar um termo adotado pelo setor de seguros, seria um “risco”.


Quer estejamos falando sobre uma construção, caminhar na calçada ou sobre a proximidade da aposentadoria, essas são nossas decisões diárias para evitar os riscos que podem determinar nossas chances de sucesso. Seja em casa ou no trabalho, muito do que fazemos hoje acontece no computador. Armazenamos planilhas, e-mails, fotos, jogos, filmes e muito mais nessas máquinas, e não há nada pior do que um disco rígido que para de funcionar. Seja onde for que você armazena seus arquivos e dados — em discos rígidos tradicionais ou em unidades de estado sólido (SSDs) mais recentes — esta é uma das decisões que pode ajudá-lo a evitar uma perda onerosa, evitando riscos desnecessários.

Como os discos rígidos funcionam?

Se você tem muitos terabytes de dados e o dinheiro é extremamente limitado, os discos rígidos (HDDs) podem ser uma boa opção. Os discos rígidos já foram uma tecnologia de ponta. Em um espaço da espessura de um nanômetro, eles usam braços mecânicos minúsculos para ler e gravar dados magneticamente de pratos que giram a até 7.200 RPM. No entanto, essas peças mecânicas complexas também significam um risco maior de falha.

 

Como os SSDs funcionam?

Diferentemente dos discos rígidos, os SSDs não usam peças mecânicas para ler ou gravar dados. Em vez disso, eles usam tecnologia de memória flash, que usa elétrons para ler, gravar e armazenar dados. Por esse motivo, eles são mais rápidos, mais resistentes e têm mais chance de durar mais. Como não há peças mecânicas, há menos atrito, menor consumo de energia e tecnologia mais inteligente, facilitando o prolongamento da vida útil do disco, e de todas as fotos, vídeos e arquivos armazenados nele.

Qual é o tamanho de um nanômetro?

Um nanômetro é um bilionésimo de um metro. Sim, microscopicamente minúsculo. Para dar uma ideia mais concreta do tamanho, estas são as coisas medidas em nanômetros.*

Fator de absorção de impacto

Uma das maneiras de medir a durabilidade de uma unidade de armazenamento é pela quantidade de impacto em forças gravitacionais (Gs) ao qual ela pode resistir sem parar de funcionar. “Impacto” é essencialmente a aceleração ou desaceleração de um objeto, e é maior quando acontece muito rapidamente, como em uma queda, colisão ou impacto.

Vamos adicionar um pouco de contexto. Quando seu tio dá aquele tapinha nas suas costas, você sente cerca de 4,1 Gs de impacto*. O chute em uma bola de futebol produzirá aproximadamente 300 Gs. Um disco rígido tradicional quando "parado" (completamente desligado), consegue resistir a até 250 Gs de choque por 2 milésimos de segundos. Em uso, no entanto, os discos rígidos conseguem resistir a 30 Gs de impacto durante uma gravação (salvamento) e 60 Gs durante uma leitura.

Para efeito de comparação, avalia-se que um SSD da Crucial® resista a até 1.500 Gs por 0,5 milésimos de segundos.*

 

Por que o impacto é importante para seu disco rígido ou SSD?

Como os discos rígidos operam usando braços de gravação, cada um apenas alguns nanômetros acima dos pratos giratórios, há menos espaço para erro se um disco for submetido a um impacto — talvez ao ser derrubado ou atingido. Se o braço de um disco rígido for atingido e se mover apenas alguns nanômetros, ele poderá arranhar o prato e estragar o disco. É por isso que a não utilização de partes mecânicas nos SSDs é importante. Há menos risco de ocorrer algo errado.

Estatísticas de impacto

A estrutura dos discos é importante

 As unidades de armazenamento geralmente são como cofres que armazenam suas memórias digitais. Os arquivos que contam a história de sua vida estão lá. Os vídeos das férias, fotos de seus filhos e familiares, currículos, planilhas financeiras, filmes e álbuns de música que marcaram a sua vida. Não corra o risco de perder esses arquivos insubstituíveis confiando em peças mecânicas complexas e pratos giratórios. Se seu notebook ou computador tem um disco rígido por padrão, talvez seja uma boa ideia atualizar para um SSD mais seguro.

Clique AQUI para ver as fontes citadas neste conteúdo.

©2017 Micron Technology, Inc. Todos os direitos reservados. As informações, os produtos e/ou as especificações estão sujeitos a alterações sem aviso prévio. A Crucial e a Micron Technology, Inc. não se responsabilizam por omissões ou erros tipográficos ou fotográficos. Micron, o logotipo da Micron, Crucial e o logotipo da Crucial são marcas comerciais da Micron Technology, Inc. Todas as outras marcas comerciais são de propriedade dos respetivos proprietários. 

Você está no nosso site Brasileiro

Ou